Carlos meu Amigo!
Grata por seu carinho em nos hospedar

Tia Margarida e eu agradecemos... risos.
Nadir

 

Poesia participativa da Ciranda Poética

Tia Margarida

Tia Margarida,
Seu verdadeiro nome era Maria.
Que saudade sinto de você,
era bronca a todo instante,
marcação cerrada... nem namorar eu podia.
Quantas vezes desejei, que você
nesse planeta, não existisse...
Se eu não quisesse almoçar,
ahhh, fraquinha, magricela ficaria.
Quando de chocolate me lambuzava...
ahhh, gorda e feia ficaria...
Sentar-me... só com pernas cruzadas
mostrar a calcinha, não podia.
Batom...para quê ela dizia...
vai chamar atenção da rapaziada.
Calças compridas, justas
eu estava procurando ficar "falada"...
Um dia, pegou um livro que eu lia,
fez o maior escândalo.
Repetia sem parar...
Imagina menina você, só tem 13 anos!
Deixa de ler essas besteiras

queimou, uma obra prima !

Era implicante essa minha tia...
Ah, lembrei-me o titulo do livro,
"MESSALINA"

Nadir A. D'Onofrio
Santos - SP - 21/01/2005



Formatado com carinho para a Poetisa Nadir A. D'Onofrio
Carlos R. Lemberg - Em, 27/03/2008

 

A página original encontra-se no Site
http://www.crlemberg.com.br/

Anterior Próxima Indice Menu Principal