José Alberto Lopes

Grata pelo carinho na criatividade
da poesia, assim mesmo que sinto-me...
Nadir



PARAPENTE (homenagem a nossa poetisa Nadir)


Parapente , pra quem gosta de liberdade e voar entre os pássaros.



Vejo a tênue curva no horizonte,
Estou num turbilhão ascendente.
Meu corpo é pluma, é gaivota,
Metade humana e parapente!

O vento encrespa os meus cabelos,
Agora já não sou mais gente.
Eu estou por fios dependurada,
Sou ave seda, sou parapente!

O sol se pondo vem me sorrir
Um lusco-fusco ainda ardente,
Que somente aos pássaros é dado,
E a quem tem olhos de parapente!

Já não sonho mais, agora eu vivo
A real liberdade das correntes,
Já sou de um bando como as gaivotas,
Somos um bando de parapentes!


SBC-SP-José Alberto Lopes®
12/01/2007


José Alberto Lopes. Nascido em Cubatão , litoral de SP. escrevo por gosto , sou poeta amador e simples como PEIXE criado em lagoa .José Alberto Lopes.

http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=2912

 

 

Voltar

 

Mid:Another Day In Paradise
Art: Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais